Pular para o conteúdo principal

6 motivos para não usar sapatilhas de ciclismo

Autor:
1) Cães mordedores
Um conhecido, antigo no ciclismo, me disse que a pior coisa é levar mordida de cachorro no calcanhar, uma vez que ali estão localizados tendões de difícil cicatrização que até podem se romper numa dentada. Num dos primeiros passeios na nova bicicleta, foi “presenteado” com uma mordida de um cão da peste na panturrilha e olha que eu estava com botas de cano curto! Doravante, procuro pedalar com botas de cano longo, daquelas de couro leve, que aqui no sul chamamos de bota campeira. Certamente, uma frágil sapatilha de ciclismo não seria páreo para os cachorros que encontro amiúde nas bibocas.
PS: aparentemente os cães brabos se amedrontam diante de botas longas, pois cá entre nós, eles devem preferir pernas nuas, tenras e depiladas de ciclistas calçando sapatilhas.

2) Uma das minhas curtições é aliar o prazer do ciclismo ao da caminhada
Na condição de caminhante inveterado, nas pedaladas longas costumo dar umas esticadas nas pernas para espairecer os músculos e agradar o cérebro. Ora, como caminhar com sapatilhas em trechos pedregosos é uma sandice, não vejo muita utilidade em adotar uma coisa que me tolhesse o prazer de umas cainhadas empurrando a magrela.

3) Sapatilha não é prática em deslocamentos
No momento em que a bicicleta é usada como meio de transporte, não é nada prático levar um par de tênis para quando se chega ao destino final.

4) O conceito da “pedalada redonda” é um mito
A alegação de que somos capazes de empurrar um pedal e puxar o outro ao mesmo tempo é uma falácia, já que os nossos músculos foram desenhados para obter o máximo de empuxo na empurrada e o mínimo na puxada. Pode ser que os ciclistas se sintam mais confortáveis com os pés fixados no pedal, mas daí desenvolver toda uma teoria científica é um desafio completamente diferente.
Esses links vão contra o postulado da pedalada redonda:
https://youtu.be/CNedIJBZpgM
http://www.nourishbalancethrive.com/blog/2015/10/02/its-not-about-pulling-why-flat-pedals-work/
http://forums.roadbikereview.com/beginners-corner/pedaling-efficiency-research-paper-platform-vs-clipless-309187.html
http://www.bikejames.com/strength/the-flat-pedal-revolution-manifesto-how-to-improve-your-riding-with-flat-pedals/

5) Poder variar a posição dos pés
Isso é muito importante em pedaladas longas, sem se dar conta você fica experimentando várias posições dos pés, mais atrasados em relação ao pedal, ou mais adiantados, mais inclinados, menos inclinados, de acordo com o nível de cansaço e as condições do relevo.

6) Menos é mais!
Nem vou me deter aqui no medo de sempre cair junto com a bike, enquanto os pés estão firmemente presos, porque você não teve aqueles décimos de segundo necessários para destravá-los dos pedais. Direi simplesmente que qualquer adendo ao já complicado universo bicicletístico é uma variável a mais para cuidar, fazer manutenção, limpar, regular, trocar quando gasta, etc. Nem vou falar de que o conjunto sapatilhas-pedais pode chegar facilmente a mil reais, um dos fatos justificadores da fama do ciclismo de ser uma brincadeira cara.

Postagens mais visitadas deste blog

Cubos com Rolamentos ou Esferas – qual é o melhor? Qual roda gira mais livre?

Autor:
A velha polêmica cessará algum dia? O certo é que as bikes mais sofisticadas (caras) vêm com os tais “sealed bearings” (rolamentos selados) e aquelas abaixo de 5k vêm equipadas com anéis de esferas alojados em cones (cup and cone hub). Então, aparentemente só há argumentos bons em relação aos rolamentos e merda em cima das esferas? Errado! O melhor então seria reformular a pergunta: qual é o melhor, um cubo com rolamentos mais ou menos ou um cubo de esferas/cone de alta qualidade?

Também é verdade que há por aí bikes meia boca com rolamentos chineses cujas rodas parece que giram com areia dentro.

Se é verdade é que as pessoas têm problemas nos dois mundos, então vamos colocar alguns argumentos que pesam do lado das rejeitadas esferas. Aliás, a minha GT Zaskar 27.5 Sport está na faixa de preço que não comporta rolamentos, mesmo assim as rodas giram com uma liberdade absurda! E ainda melhor, sem produzir ruído algum, digamos assim, o característico zunido dos rolame…

Galeria de selins sem nariz que salvam a vida sexual do(a) ciclista

Autor:
Os especialistas em saúde sexual masculina afirmam que os ciclistas se divide em 2 grupos: dos que estão impotentes sexuais e o dos que ficarão. E a explicação para essa tragédia é que os selins tradicionais jogam 25% do peso corporal sobre a região do períneo, onde ficam a próstata, a raiz do pênis, e artérias responsáveis pela irrigação do órgão sexual. Assim, uma atividade física, a princípio valiosíssima, pode vir a ser causa de problemas graves de saúde.

As mulheres também têm seus percalços, uma vez que sofrem dores devido à constante pressão exercida contra a sua genitália pelo bico dos selins tradicionais.

Homens com hipertrofia da próstata se encontram completamente alijados do ciclismo, se não buscarem soluções alternativas de assentos. Ciclistas que sofrem sensação de dormência depois de pedais longos devem abandonar inteiramente a concepção de que “ainda não se acostumaram” aos seus selins caros, bonitos e de marcas famosas. O corpo humano não foi feito…

Como regular o câmbio dianteiro Shimano?

Autor:

Desde que comprei a Mountain Bike há 2 meses venho enfrentando alguns probleminhas com a regulagem do freio dianteiro. São duas queixas: eventualmente a corrente caia fora e a corrente raspava em um dos limites. Primeiramente a coroa saltava fora na coroa menor. Depois de nova regulagem na loja, a corrente ficou mais instável na coroa maior.

Ora, se o câmbio dianteiro é o Shimano Deore FD-616, não deveria haver problemas, não é mesmo? Entretanto, mesmo depois da revisão dos 100 km os problemas persistiam.

Então resolvi por mim mesmo regular a coisa. Obviamente, a primeira intervenção não serviu para nada, pois mexi no parafuso mais alto, e na realidade só baguncei o limite da corrente na coroa pequena. Aí resolvi pesquisar pra valer na net! Logo me deparei com o vídeo abaixo que é perfeito para a regulagem de TODOS os câmbios dianteiros Shimano. É bom dar uma olhada nas explicações por escrito: How to Adjust Shimano Mechanical Road Front Derailleurs


O resumo da ó…