Pular para o conteúdo principal

A interminável história do Selim, afinal, qual é o Selim ideal?

Autor:
É praticamente certo que você não se adaptou ao selim original da sua bicicleta. Nem sei porque os fabricantes ainda se dão ao luxo de encaminharem seus modelos com selim, se a maioria dos usuários vai trocar mesmo.

E a explicação é muito simples, há muitas variações na anatomia dos indivíduos, há diferentes flexibilidades, há defeitos congênitos tais como a escoliose, em síntese, o número de tipos de usuários supera em muito a grande variedade de tipos de selims disponíveis no mercado.

A minha pequena história é ilustrativa do problema. Quando fui na loja comprar a 1ª bike, e acabei optando pela Caloi T-Type, logicamente que o selim original não me satisfez nem no testdrive. Então, repassando alguns modelos, botei o olho no Pro Vtec modelo Confort Cruiser. O vendedor instalou na bicicleta e nem cheguei a experimentar outro, fiquei com aquele mesmo.

Um mês após, depois de ter descoberto que a T-Type apresentava um rendimento bem discreto nas subidas íngremes, fiz um Up para a GT Zaskar 27.5 Sport. Essa veio com o Selim original (All Terra Colorado) do tipo race, estreito, comprido e completamente duro. Logicamente, não me adaptei à proposta mais competitiva, já que o meu pedalar está mais para a zona de conforto, do que para loucas correrias em terrenos acidentados.

Assim, tirei o selim original e instalei o Confort Cruiser, que para a minha surpresa, me tratou muito bem até numa pedalada de 5 horas intermeada de altos e baixos. Isso sem experimentar dormência ou dores na zona dos países baixos. Mesmo sem ter feito um Bikefit, cheguei num Selim que está dando conta do recado e provado que a interminável história pode sim ter um final feliz.

UPDATE: o "namoro" com esse selim tipo confort durou exatamente 2 meses! A espuma extremamente vagabunda tende a amolecer nas regiões mais pressionadas e o resultado é que o bico começa a incomodar bastante a zona do períneo. Leia as notas sobre o assunto:
 Notas sobre dormência genital e disfunção erétil do ciclista: a síndrome do selim errado

Aí sobra a pergunta: qual é o selim ideal? Às vezes não é nem aquele estiloso de 700 reais e nome difícil, às vezes o seu tipo físico se adequa a um relés banquinho de menos de 100 reais. Não importando que seja vazado, chato, estreito, largo, bipartido, caro ou barato, o que importa é você seguir os seus instintos, pois lá no fundo você sabe qual é o seu selim ideal.

Postagens mais visitadas deste blog

Cubos com Rolamentos ou Esferas – qual é o melhor? Qual roda gira mais livre?

Autor:
A velha polêmica cessará algum dia? O certo é que as bikes mais sofisticadas (caras) vêm com os tais “sealed bearings” (rolamentos selados) e aquelas abaixo de 5k vêm equipadas com anéis de esferas alojados em cones (cup and cone hub). Então, aparentemente só há argumentos bons em relação aos rolamentos e merda em cima das esferas? Errado! O melhor então seria reformular a pergunta: qual é o melhor, um cubo com rolamentos mais ou menos ou um cubo de esferas/cone de alta qualidade?

Também é verdade que há por aí bikes meia boca com rolamentos chineses cujas rodas parece que giram com areia dentro.

Se é verdade é que as pessoas têm problemas nos dois mundos, então vamos colocar alguns argumentos que pesam do lado das rejeitadas esferas. Aliás, a minha GT Zaskar 27.5 Sport está na faixa de preço que não comporta rolamentos, mesmo assim as rodas giram com uma liberdade absurda! E ainda melhor, sem produzir ruído algum, digamos assim, o característico zunido dos rolame…

Galeria de selins sem nariz que salvam a vida sexual do(a) ciclista

Autor:
Os especialistas em saúde sexual masculina afirmam que os ciclistas se divide em 2 grupos: dos que estão impotentes sexuais e o dos que ficarão. E a explicação para essa tragédia é que os selins tradicionais jogam 25% do peso corporal sobre a região do períneo, onde ficam a próstata, a raiz do pênis, e artérias responsáveis pela irrigação do órgão sexual. Assim, uma atividade física, a princípio valiosíssima, pode vir a ser causa de problemas graves de saúde.

As mulheres também têm seus percalços, uma vez que sofrem dores devido à constante pressão exercida contra a sua genitália pelo bico dos selins tradicionais.

Homens com hipertrofia da próstata se encontram completamente alijados do ciclismo, se não buscarem soluções alternativas de assentos. Ciclistas que sofrem sensação de dormência depois de pedais longos devem abandonar inteiramente a concepção de que “ainda não se acostumaram” aos seus selins caros, bonitos e de marcas famosas. O corpo humano não foi feito…

Como regular o câmbio dianteiro Shimano?

Autor:

Desde que comprei a Mountain Bike há 2 meses venho enfrentando alguns probleminhas com a regulagem do freio dianteiro. São duas queixas: eventualmente a corrente caia fora e a corrente raspava em um dos limites. Primeiramente a coroa saltava fora na coroa menor. Depois de nova regulagem na loja, a corrente ficou mais instável na coroa maior.

Ora, se o câmbio dianteiro é o Shimano Deore FD-616, não deveria haver problemas, não é mesmo? Entretanto, mesmo depois da revisão dos 100 km os problemas persistiam.

Então resolvi por mim mesmo regular a coisa. Obviamente, a primeira intervenção não serviu para nada, pois mexi no parafuso mais alto, e na realidade só baguncei o limite da corrente na coroa pequena. Aí resolvi pesquisar pra valer na net! Logo me deparei com o vídeo abaixo que é perfeito para a regulagem de TODOS os câmbios dianteiros Shimano. É bom dar uma olhada nas explicações por escrito: How to Adjust Shimano Mechanical Road Front Derailleurs


O resumo da ó…