Pular para o conteúdo principal

Postagens

Passo-a-passo da sangria de freios hidráulicos Shimano segundo o vídeo mais completo da Internet

Autor:
É interessante que você mesmo proceda a sangria no freio hidráulico da sua bike? Pelo que acompanhei numa oficina de confiança, o mecânico nunca tem todo o tempo do mundo para perfazer todos os passos recomendados da sangria, assim ele queima etapas para ganhar tempo. O resultado é que, provavelmente, ficarão algumas bolhas de ar no sistema, haverá óleo de mais ou de menos, alguma desregulagem nos pistões, etc.

Ademais, se a recomendação é sangrar cada vez que se troca as pastilhas, o que dá em média 2 vezes por ano, fica oneroso e trabalhoso levar muitas vezes a bicicleta na oficina para se fazer um serviço que pode ser feito perfeitamente em casa, com muito mais qualidade.

O vídeo a seguir é o tutorial mais completo que achei na net, inclusive é mais explicativo do que o próprio material da Shimano. Como o meu freio hidráulico é Alivio (manete M506, pinça M447), darei atenção no que concerne ao geral dos freios Shimano, já que o vídeo versa sobre um freio XT.


Con…
Postagens recentes

Quando fazer a sangria no freio hidráulico da bike?

Autor:
A minha bicicleta suscita dúvidas ao completar um ano: é hora de trocar o óleo do sistema hidráulico, ou é melhor esperar para quando der problema?

O problema é que não posso ficar esperando que dê problema no estradão, ou quando mais preciso dos freios, porque aí o tombo é certo! O certo é que, antes de ir para a oficina, decidi dar uma pesquisadinha no assunto e vi que as informações são meio nebulosas.

A própria Shimano fala na necessidade de trocar o fluído quando o fluído original apresentar descoloração, ou estiver cinza escuro. Só esquecem de falar como podemos ter acesso ao óleo para a inspeção, se nele não há nenhuma tampa transparente, como nos carros.

Como não se consegue facilmente saber a cor do fluído, a melhor forma de verificar o estado do óleo é através da sensação que a manopla passa no momento do acionamento:
- quando o óleo está no máximo das suas propriedades (não-compressível), o toque é seco, o fechamento das pastilhas é imediato;
- quando a …

Selim Specialized Toupé responsável por lesões nas partes baixas de pilotos de Speed?

Uma das características dos homens é não sentirem imediatamente do resultante de lesões continuadas na zona do períneo. O reflexo disso é que quando o sujeito descobre, devido aos sintomas, já é tarde demais. Então, é hora de correr atrás do prejuízo, que fatalmente resulta em meses longe da bicicleta, longos tratamentos, etc.

O pessoal das bicicletas “road” são os que mais sofrem com a falta de ergonomia dos selins específicos da categoria, também porque a posição de pilotagem agressiva determina o uso excessivo do períneo como ponto de apoio. Ora, sabemos que a pressão crônica sobre o períneo provoca impotência, inflamação crônica na próstata, lesão do nervo pudendo, etc.

O tópico de fórum a seguir lista alguns depoimentos de ciclistas de speed que convergem para as lesões causadas pelo selim Toupé da Specialized: http://weightweenies.starbike.com/forum/viewtopic.php?t=143480

Seleção de selins confortáveis para todas as modalidades de ciclismo

Sabendo-se que a grande maioria dos ciclistas nunca está inteiramente satisfeita com os seus selins, sempre é oportuno apresentar as alternativas que a indústria oferece, sob a premissa do aumento da especialização de cada modelo. Hoje, não há mais justificativa para se escolher modelos genéricos baratinhos em face da vasta gama de opções específicas.

Selim para passeios eventuais e curtos
As bicicletas de uso urbano, em ciclovias e parques, tendem a deixar o piloto em posição de 90º. Para este tipo de uso, aconselham-se os selins largos e bem almofadados. Os selins tipo “cruiser comfort” atendem muito bem a essa modalidade de ciclismo. Mesmo assim, atente para o fato de existirem modelos femininos e masculinos, já que as medas  e ângulo dos ísquios, assim como a localização das partes moles (períneo, vulva, pênis) tem diferenças entre homens e mulheres.


Selim para E-Bikes
As bicicletas elétricas chamaram a atenção dos fabricantes de selim. Atendendo às especificidades da categoria, el…

Em busca do Selim perfeito

Era uma vez, meu 1º selim foi do tipo sofazão, o Pro Vtec Comfort Cruiser. No começo parecia confortável, com vazado no meio, mas o narigão curto e grosso começou a me incomodar os países baixos, então descobri que devia partir para outro menos largo e volumoso.

Pesquisa daqui, pesquisa dali e descobri o Serfas RX-921V. Encomendei pela internet e veio o novo bichinho. Parecia a solução de todos os problemas. Mas ao cabo de alguns meses, notei que havia alguma irritação no períneo. Descobri isso de maneira mais contundente quando tive uma gripe que agudizou alguma inflamação existente no local. Como resultado, fiquei uns dois dias com febre e quase não conseguindo urinar, só conseguia depois de muito esforço e dor.

Aí voltei para a pesquisa e descobri um Selim inglês de formato estranho (Rido R2) que promete justamente deixar livre a zona do períneo. O melhor benefício desse modelo é que ele tem nariz, cuja função é exclusivamente para a dirigibilidade e não para apoiar o meio do corpo…

Qual é a melhor regulagem de suspensão a AR? Dicas simples e sem frescuras

Qual é a melhor pressão?
Se você aplicar a pressão prescrita na tabela do fabricante estampada na canela da suspa, provavelmente ficará muito dura. Aquilo é determinado para salvar o equipamento do fabricante, logo, eles se preservam contra pilotos muito pesados, muito violentos, etc. Então, a melhor maneira é conseguir chegar à pressão ideal ao seu peso e ao seu estilo de pedal. Vamos a três situações que ilustram o pouco e o excesso:

1) muito macia: você sente mais as irregularidades do terreno nos braços e nota que a bicicleta balança durante as pedaladas. Isso significa que uma suspa muito mole acaba drenando a força do piloto.

2) muito dura: você praticamente não distingue entre suspensão travada e aberta. Nessa situação, você terá poucos benefícios do amortecimento.



3) pressão ideal: você sente que a suspensão lê corretamente o terreno, não passa tanto o impacto das irregularidades aos seus braços e não sente a bicicleta oscilando enquanto você pedala forte com a suspensão aberta.

Como amaciar o câmbio dianteiro SRAM GX 2 x 11v

A Specialized Epic HT feminina da minha esposa deveria ter vindo com o trocador dianteiro Shimano SLX, segundo as especificações constantes no site. Só que isso não aconteceu. Veio o duríssimo GX, equipando uma bike feminina, que deveria ser naturalmente macia.

A primeira vez que vivenciei o problema foi quando fui levar a bicicleta na assistência justamente para que resolvessem o câmbio duro. No início do caminho, tentei algumas vezes trocar para a coroa grande e não conseguia. Aí entendi do que a mulher reclamava.

Infelizmente os mecânicos não resolveram a questão, trocaram o cabo (que estava com dobraduras dentro do conduíte), lubrificaram, mas a dureza/aspereza continuou.

Meses depois, resolvi me dedicar ao problema. Numa tentativa de copiar o sistema SLX, alarguei o ponto de ancoragem através de um parafuso. A alavanca do Shimano é de uns 5 cm, enquanto do GX é praticamente 1 cm. Então, rosqueei um parafuso allen na polca de fixação do cabo, furei a cabeça deste parafuso e fiz o…